Think For Yourself

Uma ultima ligação noturna…

Precisava dizer o quão grande foi o impacto dessa experiencia, agora com uma percepção apurada, sinto de imediato as “perdas” diárias, momentos que gostaria que durassem mais que o rolo de filme da câmera, o “corta” me dói agora, diretamente na alma. Mas o que me deixa feliz é sentir que fiz parte de algo, que apesar de finalizado aquilo ficara ali para sempre, será derrubado junto com os destroços da cidade e reconstruído em uma São Paulo futurista, eternamente.


Paradoxo da arte.

Já fui bem mais criativo, mas me mandaram ser realista 

Realista me tornei ao me mandarem ser criativo

Arte não fui estudar pois disseram que não precisa

Quando estudei a arte disseram que nada sei

Minhas técnicas aprendi todas em folhas de revistas 

Um velho sábio me disse pra aprender no atelie 

Alguém me disse que o artista desenvolve o seu próprio traço

Quando desenvolvi meu traço disseram pra me reinventar

Assim como fez o Pablo de nome extenso, Picasso

Não da uma de Romero, faz arte só pra ganhar

Arte fiz para demonstrar meus mais profundos sentimentos

E disseram que com isso, algum dinheiro havia de levar

No fim de tudo, nem dinheiro, nem arte levei

Aprendi que o modo certo é agir e não escutar 

Viva a arte !

-Lucas 


Aniversário de um Urbanóide.

Cartazes colados embaixo do viaduto, divulgando o produto do artista, sua vida em forma de jornal aberto, exposta diretamente ao proletário. Não me recordo se fazia frio ou calor, calor não penetrava no frio de minha alma, era fácil de se confundir. Os becos do centro sempre foram os mesmo, hoje cheios de imigrantes, outrora cheios de ambulantes O light é de uma beleza imensa, por fora e por dentro, talvez não seja tudo isso, deve ser a imagem que minha mente construiu, sobre aqueles dias cinzas e vazios.

Quase sempre era na Americanas. Moto, carro, moto, eram os meus preferidos, mas admirava mesmo os VHS, o cinema vem desde cedo, lá pelos 6/7 anos, me encantava com o encarte, só conhecia o regravável, aquela fita preta sem graça, cheguei até a destruir algumas só pra sentir o cheiro da fita magnética, me enrolava todo nela. Os originais eram um absurdo de beleza, me perdia naqueles corredores amontoados de histórias, memórias que carregarei para sempre comigo.

Sempre contemplava algo legal, se não me engano levei um tipo de robô e um cd dourado do Elvis. O barato mesmo era destruir tudo depois de brincar. Naqueles dias sonhava muito, todo dia inventava uma história, um roteiro diferente, novo mundo. Não me agradavam os parabéns, talvez gostasse dos doces, sentia que aquele era um momento só meu, um momento de reflexão, sobre parar de ficar de castigo por imitar comediantes e atores de ação em sala aula.

Esses foram os aniversários, chatos, pacatos, tão prazerosos que já nem me recordo, só recordo deste que acabei de relatar, provavelmente foi no ano 2000, em fevereiro, mês cabreiro, cinza de chuva, sei-lá.


Ibira tira minha birra e me trás de volta o meu lar.

Suspiros quentes em dias frios, chá quente, blues e filmes , ao lado dela sentia meu coração queimar, arder, pular. Quando ela tirou os óculos mergulhei naquele imenso oceano cor de outono, o louro de seus fios mais parecia ouro, em dias escuros o mesmo dourado me tirava da escuridão, me dava a mão e me puxava do subúrbio. Na noite as criaturas saiam para conhecer o mundo, em uma dessas saidinhas conheci você.

Era Um corpo que cai, a película do mestre, do pai da 7º, ninguém que me conhece, conhece essa obra, mas você conhecia, porém não te conhecia, parei, pensei, suspirei e fui, senti o cheiro da burguesia, cheiro de gente rica, gente que nunca me atraiu, mas ela era muito mais que rica, era rica em beleza, rica em cultura, ela era minha cura, meu passaporte para o eterno, para o que a de mais belo nessa cidade.

Cidade cinza que se tornou colorida, de tons frios para quentes, meu vermelho desbotado já era tão chapado que não enxergava mais nem o sofrimento do azul. Intrigante era a vista do seu apê, eu que achava que conhecia a cidade, da cidade não conhecia nada, era muita informação, muita luz pro coração, cheguei até a me perguntar, será que é sonho ? Será ? Será ? Puxei o ar para dentro, com o ar veio doce, aquele doce inconfundível, aquele cheiro não era de perfume, o doce vinha do corpo dela.

Procurava por um lugar novo para recomeçar, girei, girei e encontrei, meu Match Point é aqui, agora. Me lembro que seus país nem paravam em casa, ficava na sala admirando a vista, o parque, os turistas, turista eu, que me sentia perdido, dentro de minha própria vida, desnorteado em minha própria realidade.

Conseguia ouvir seus passos, seu movimento, ao som de Chet baker, ela dançava com o vento, e eu ficava a admirar, ficava com medo de tudo aquilo um dia acabar.

Já não aguentava mais minha situação, tudo com ela era de verdade, infelizmente só por um momento, quando da ponte passava, morriam meus sonhos, sonhos medonhos com o subúrbio eram frequentes, decadentes, naquelas noites rezei, pedi a alguém para me ajudar. Meu próprio desespero acabou comigo, o maldito inimigo interno veio e me fez falhar, “Você não queria nada” na verdade eu queria tudo, mas você vivia em um bairro com quarterões simétricos, enquanto eu subia becos sujos, droga, ela não ligava, NÃO.

O silêncio nos afastou, ainda penso no que passa em sua cabeça quando deita em sua cama fria e vazia, me arrependi de não assumir que você era tudo para mim, tinha medo, assim como um amontoado de pixeis, só se enxerga a imagem quando afastado, afastado de você enxerguei, tudo aquilo que quero para a vida, para a eternidade, minha felicidade é ela, se for ela que lê, minha felicidade é você !

-Lucas


Dia frio.

"Logo que chegou do trabalho, encontrou em meio as contas atrasadas, uma fotografia de quando era jovem, sua ex-mulher havia deixado ela lá, antes de ir embora. Sentou-se na beira da cama e lembrou de seus melhores momentos, dos amigos, das garotas, das aventuras. Sentiu uma melancolia, uma extrema sensação de frio, caminhou até a varanda e olhou para o céu, percebeu que não é mais bom em nada, que não tem mais utilidade, que toda aquela euforia não existe mais,  que agora, tudo o que ele um dia foi ou fez, não importa. Ele então aceita que, o que resta é voltar para o desconhecido, é hora de voltar para casa, é hora de voltar para a escuridão…"

-Lucas.


Nostalgia.

Ultimamente tenho me pegado a pensar no passado, passado, meu querido passado, momentos que nem mesmo sei se foram de verdade, será que são apenas invenções de minha mente ? Será mesmo que foi realidade ? Não sei. Doí, queima a alma, da um certo desespero, relembrar daqueles momentos, relembrar que um dia fui, feliz. Foram momentos, dias, semanas, minutos, segundos, ninguém é feliz a todo instante, a felicidade acontece, as vezes, quando você menos espera, quando você nem se lembra mais dela. Agora pense naquele momento único, que você foi feliz, que você fez alguém feliz, faz bem não ? Perceber que por um minuto, fomos felizes ! Sozinhos, com amigos, não importa, ela sempre será a mesma, e você nunca vai notar, só depois, nos seus dias de solidão, dias de depressão, não negue que está sozinho, nascemos e morremos sozinhos, isso não é algo a se temer. A verdade é que, nenhum dinheiro do mundo, nenhuma riqueza ira trazer aqueles dias de volta, o rolo daquele filme foi queimado, quem assistiu, assistiu, quem perdeu nunca verá, a nossa vida é como um filme, um filme que só nós veremos, um filme que só nos entendemos, da qual somente nós mesmos podemos classificar, independente do roteiro ou da direção, valeu a pena a nossa atuação ? Isso é algo que só você pode dizer…


Ignorância é uma benção.

Na maioria das vezes eu gostaria de pensar como o pessoal que conheço. Se contentam com o desemprego, um papo em alguma praça, as mesmas pessoas, a mesma rotina. Se sentem bem com as coisas fúteis da vida e dizem sempre estar trabalhando atrás do sonho, que sonho ? Viver para sempre na quebrada ? Namorar com a mina mais rodada ? Mostrar a moto nova pros colegas que te odiavam? Porra, eu realmente desejaria ter como único objetivo em minha vida, tudo isso ! Me da calafrios só de pensar que certas pessoas levam a vida assim, tudo passa tão rápido, as roupas mudam e as músicas também, mas para eles o que importa e mostrar para os outros o que eles tem. Ostentação de coisas idiotas, tênis, relógio, carro, coisa que qualquer um trabalhando registrado e com um crediário  poderia ter, se essa é sua meta de vida, porra, nem sei o que te dizer ! Mesmo com tudo isso, penso que esse é um bom meio de vida para se levar, não se preocupar com nada, apenas com o que os outros vão pensar, sobre as minhas roupas, sobre o que estou a vestir. Quando a gente começa a ver de verdade o que é a vida, que tudo passa tão rápido, que temos tão pouco tempo, a gente até fica com medo, começa a ficar louco, demente. Por isso as vezes queria ser como esse tipo de gente, que vive em vão, mas me lembro que a vida é muito mais, que sou muito mais capaz, ai eu acordo e volto a viver, na verdade se eu levasse a mesma vida que essas pessoas, eu preferia é morrer.


Hollywood astral.

Se destruindo mentalmente consumindo informação de gente que tanto faz, porra, a construção de projetos em minha mente ultrapassa os limites do pensar, é tridimensional, é um paraíso astral da qual somente eu conheço, um lugar que não tem endereço, e que, se depender de minha boa vontade, ninguém um dia a de colocar o pé lá. Problemas tem soluções, nada faz sentido, são apenas ilusões, assim como as criadas por hollywood, que interferem em nossa atitude, no nosso modo de pensar, melhor deixar pra lá, esse papo de se alienar. Um mundo de virtudes, onde a juventude predomina e anima tudo e todos, um lugar onde o dia não tem hora pra acabar. Você pode ser quem você quiser, pode ser homem, mulher, pode ter um iate, ou simplesmente passear no parque, vai tudo depender de você, daquele antigo, “o que você quer ser quando crescer?”, O meu crescer eu escolhi faz tempo, escolhi viver nesse espaço tempo que eu mesmo posso moldar, criar , separar, tanto faz, aqui encontro minha paz, aqui eu sei que sou capaz.


Críticos.

Não sabemos de onde viemos, e não sabemos para onde vamos, talvez para um lugar bom, ou para lugar nenhum. A vida não vem com nenhum manual de instrução, não existe certo ou errado, é um jogo ? Tem regras ? Não, nenhuma regra é imposta a nos. Mas ai o Homem sábio inventou de colocar regras na vida, regras que duram milhares de anos, o que você deve fazer, não matar, não roubar, até ai tudo bem, e começa a ficar mais banal, começa a virar um manual de instrução, vá para escola, obedeça seus pais, respeite os mais velhos, passe no vestibular, arrume um emprego bom, de preferencia um cargo público, compre a merda do carro mais caro, arrume uma mulher bonita para gastar todo seu dinheiro, tenha filhos, perca os cabelos, fique velho, se aposente, fique reclamando dizendo que sua geração era a melhor que a atual, assim como seus pais também falavam, e os pais deles também… Não tenha sonhos, não pense de mais, existe também o politicamente correto, traduzindo, tudo que você faz é errado, é incorreto, ninguém nunca vai ficar ao seu lado, você vai estar sempre errado, sempre vai ter um amigo que está do seu lado, mas não te apoia em tudo, as vezes corre, vai ter aquele fracassado, que tem uma vida de merda e fica reclamando, critica tudo e todos, mas leva uma vida de merda, é um medíocre. Não quero fazer parte dessa merda toda, sempre fico imaginando se estou sozinho na merda desse mundo, onde todo mundo já nasce com opinião formada, vem tudo pré feito. A internet, puff, todo maldito site que eu frequento, tem um FILHO DA PUTA comentando “esse filme não é bom, eu achei uma bosta, essa música é uma merda, esse livro também” Será que não percebem que cada um tem um gosto? ninguém tem a merda do gosto igual, eu mesmo sempre amplio minha mente para diversos tipos de música, livros, filmes, sempre consigo conversar com alguém, não fico preso só em uma coisa. A e os que vivem do passado, puta que o pariu, o futuro está ai caraleo, vocês não querem fazer parte da nossa geração ? Querem viver uma que já passou ? “Antigamente era assim e era melhor ” Foda-se, se fosse melhor estaria ai até hoje, a tecnologia só melhora as coisas, coisas velhas podem ter valor sentimental para você,  e ninguém é obrigado a gostar também, você não manda nos gostos dos outros porra. Quando gosto de algo tento achar alguém que gostou também para conversar sobre, não fico enchendo o saco dos meus amigos para eles gostarem, eles não são obrigados a gostarem, e se não gostarem pal no cu também, não precisa ficar se explicando, é sim ou não e já era. Acho que já falei merda de mais, que para uns vai ser bom, para outros ruim, é disso que eu estou tentando falar, independente se você gostou ou não, guarde para você, ninguém precisa saber das merdas que passam na nossa mente, não faça algo esperando algo em troca, antes de crítica quem ta no corre, olha pra merda da sua vida e vê o que se fez até agora. As pessoas dão duro para fazer as coisas, e não vai ser um lixo fracassado que vai destruir os sonhos delas, pense nisso, você crítico, para nós que criamos, você é só mais um lixo, uma poeira no planeta, não faz diferença nenhuma


Dreamcatcher

A arte é a forma como expresso o meu interior, os meus sonhos, os meu desejos proibidos, não sou um robô, muito menos uma maquina de xerox, sou um domador de sonhos, dos meus sonhos, não posso transformar seus sonhos em realidade, pois seriam meus e não seus,  cada um tem que buscar sua própria arte, sem medo de fazer errado, não existe certo ou errado na nosso mundo particular, criamos para nos agradar, e se você acha que está errado, é porque ainda tem que melhorar, pois ainda não alcançou o seu desejo, não deixe as pessoas moldarem os seus sonhos, traga eles para a realidade da sua maneira, não jogue seus sonhos na lixeira…


Blues da madrugada

Faz muito tempo que não escrevo, existem momentos na minha vida que considero como : Ligado e Desligado. Quando estou ligado, estou sentindo tudo ao meu redor, fico inspirado com qualquer coisa, seja uma flor nascendo no concreto, seja uma senhora compartilhando um pouco sobre sua vida em uma viagem de trem. Quando estou desligado, sinto que só observo, nada me inspira, mas fico com um olhar bem apurado sobre o mundo, passo a enxergar as coisas com profundidade, mas nada me emociona. Nesse meio tempo de ligado e desligado, eu procuro encontrar o sentido de minha existência, não só da minha, mas de todos os seres vivos nesse universo. As respostas para isso são sempre subjetivas, nunca são a verdade absoluta. A maioria das pessoas não se importa com essa questão, mas eu me importo, e para saciar essa minha vontade de saber mais sobre o desconhecido, eu descobri a arte. Os desenhos, a música, o cinema, a natureza, encontrei um lugar aonde eu me sentia confortável, um lugar onde minha alma repousava enquanto meu coração acelerava, um lugar onde eu podia criar meu próprio universo, e viver o inverso de tudo que você vive. Ao longo dessa minha trajetória no mundo da arte, vi que existe muita maldade, pessoas que tratam a arte como apenas negócios, que acham que são donas da razão, que querem estabelecer um padrão para a arte. Algumas pessoas me colocaram para baixo, me desejaram mal, e eu não conseguia entender, eu apenas fazia do jeito que achava certo, meus desenhos, minhas letras, meus textos, mas sempre tinha alguém para falar que eu estava errado, sempre. Logo passei a perceber que muitas pessoas passam por isso, não, não podemos aceitar como uma coisa normal, ninguém deve mandar em nossa arte a não ser nós mesmo, existem seres humanos cruéis, sem amor, que vivem parasitando, a procura de algo para crescer, para sugar o sangue, culpam os outros pela sua incapacidade e adoram discutir e criticar as pessoas, que na maioria das vezes eles nem conhecem. Eu não sei o porque das pessoas serem assim, se um dia eu já fui ruim a esse ponto com alguém, eu me lamento muito por isso, de agora em diante eu só procuro fazer o bem, chega de procurar pela perfeição, está na hora de prestar atenção em tudo que a vida tem para oferecer, estou me afastando de pessoas pessimistas e de opinião fraca, não quero pessoas sem caráter ao meu lado, estamos aqui todos por um mesmo ideal, de sermos felizes, de aproveitarmos a vida ai máximo, eu não estou aqui para julgar ninguém, se é certo ou errado, o importante é fazer o bem, evoluindo cada dia, e acabando com os padrões, juntos encontraremos a paz, e a beleza desse mundo maravilhoso.


Art Saves

A vontade de criar algo novo supre a minha imensa necessidade de descobrir o sentido da vida, a origem do universo. Quanto estou a criar sinto que sou imortal, perco a noção da realidade, perco todos os meus medos e acabo com todas as minha duvidas. A criação é algo natural, tem de haver amor, paixão, senão é tudo em vão, é como botar no automático, no manual eu moldo a vida a minha maneira, eu crio o meu próprio universo, no qual seguidores de regras não são bem vindos. A maioria das coisas que é criada sem o trabalho conjunto da mente e do coração, não merecem tanta atenção, na maioria das vezes só foram realizadas para suprir a necessidade da massa alienada de que a vida é se conformar, de que não podemos inovar, tem que ser tudo igual, ninguém pode pensar diferente, a arte salvou minha vida e também pode salvar a sua, não seja uma maquina, crie, pense !


Foda-se você.

Eu tenho fé, você não tem ? Problema seu, eu tenho e não preciso provar, no que eu acredito ? Que um dia essa merda de humanidade vai mudar para melhor, que um dia eu vou poder caminhar com minha família na rua de noite, sem me preocupar, você pode me achar ingênuo, mas não, eu não sou, eu estou pronto para matar se necessário, e não é só da boca para fora que eu falo, costumo ser muito violento sim, e sei que isso é errado, sei que não leva a nada, mas certas coisas me tiram do sério, não só eu, mas a todos, eu odeio ter que olhar para os becos toda vez que ando pelas ruas cinzas dessa cidade, isso não é nada legal, não, ver a criança ao lado de um monte de drogado, dos drogados que não aguentam essa merda de realidade e se iludem botando merda na mente, não, você não é o descoladão, é só mais um bundão que tem medo do amanhã, e eu te digo, a tendência é só piorar, a maioria das pessoas tem veneno correndo em suas veias, não seja mais uma delas. Mas como disse anteriormente, eu ainda acredito que essa merda vai mudar, eu faço de tudo para conscientizar os mais novos de que a vida não é um conto de fadas. Eu sempre quero o melhor para a nova geração, já uns querem o contrario, querem que eles não aprendam nada, tudo que eu aprende eu compartilho, nunca escondi nada de ninguém, mas certos fracassado acham que só eles tem o direito de saber, tudo que eu sei hoje eu aprendi sozinho, e nem por isso eu deixo de compartilhar, até porque muitos filhos da puta não quiseram me ensinar, e eu não quero fazer parte dessa geração de sere humanos lixos, afinal, estamos aqui só de passagem, e o melhor que temos aqui é a convivência, o aprendizado, e isso eu nunca vou negar a ninguém, mesmo sendo chato a maiorias das vezes, eu faço isso apenas para ver até onde as pessoas vão, se elas partem para a agressão, ou se elas são pessoas boas, como já disse, eu também sou violento, mais só com quem também é, pois eu já conheço esse tipo de gente, sei que nunca vão até os limites, eu tento conviver com todos, mas se me tirar do sério já sabe. E apesar de tudo isso, eu ainda tenho fé nas pessoas, até nas violentas pois eu já fui uma, todos tem uma chance, é só deixar a inveja de lado, e seremos todos iguais, somos todos irmãos nessa viagem de curta duração que é a vida, não vamos atrasar os outros, vamos viver todos juntos, unidos e felizes ! Liberdade, igualdade e fraternidade  !


Todos querem governar o mundo !

Todos querem governar o mundo ! Ninguém pode mais gostar de nada, só os escolhidos ! A muito tempo atrás eu me encontrava nesse seleto grupo, do qual todos os outros eram modinhas, acho que o mais modinha era eu, que não aceitava, repudiava, a aceitação de outros no meu clubinho secreto, na moral, como eu era idiota, e estou falando isso para que você também não seja um ! Me deparo com diversos casos todos os dias, rockeiros, rappers, desenhistas,skatistas, fotógrafos, gamers, na moral, são um bando de criança que ainda não saiu do maternal, para a maioria todo mundo é poser, todo mundo é modinha ! TUDO TUDO, só eles podem ser, só os escolhidos, os fodão. Da licença viu, todo mundo tem o direito de ser o que quiser e se você não gosta pal no seu cu, mente fechada do caraleo. Eu falo isso porque eu costumava ser um mente fechada, e achava que tava abalando, achava que era bonito, lindo, maravilhoso, mas na verdade era só um bobão que perdeu um monte de oportunidades e amigos por pensar assim, que todo mundo era moda. Agora sim me sinto mente aberta, eu aceito todo mundo do jeito que é, se é feio ou bonito, foda-se, cada um pode ser o que quiser !  O ser humano é livre, é não vai ser nenhum qualquer que vai tirar sua liberdade ! Seja livre e feliz para fazer o que quiser ! A vida é curta e unica, temos que aproveitar ! Hoje eu sou feliz, por ter me livrado desse pensamento escroto ! LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE !


Agora sim, mudanças.

Eu vou pegar um avião e desligar a merda do celular, eu vou queimar a minha agenda de nomes e telefones, eu vou botar tudo no seu devido lugar, creio que agora estou finalmente pronto para mudar, me preparei, aprendi com tudo que errei, mesmo não vivendo como rei, estudei, pesquisei tudo que fosse necessário, agora chega de ser otário, para quem sempre me conheceu, chega de viver em 2007, agora é hora de viver em 2017, viver a frente do meu tempo, não lamento por nada que não tenha feito, só não estava preparado, tudo tem o seu momento. Agora não tenho mais desculpa, vou enterrar toda a minha culpa, o meu passado, passado esse que só me fez perceber que estava errado, não me ajudou em nada, muito pelo contrário, apenas me derrubou. E todas aquelas pessoas que só me humilharam, para mim estão todas mortas, enterradas no meu antigo armário , quem sempre esteve do meu lado, permanecera ao meu lado, claro se estiverem prontos para esquecer o passado, chega de viver em vão, chega de fazer as coisas em vão, chega de contradição. Aos vermes, eu sei que eles sempre vão falar, eu quero que vocês falem mesmo, que eu seja sempre o assunto de vocês na mesa do trabalho, da faculdade, do bar, não importa, o que importa é ter meu nome em suas malditas bocas, o importante é incomodar,  enquanto eu corro atrás dos meus sonhos e as criancinhas ficam loucas tentando me parar, se você não encontrou o seu lugar, problema seu amigo, eu não sou seu inimigo, eu nem me importo com você, tem mesmo mais é que se fuder. Aos que me acompanharem nessa nova jornada, desejo sorte nessa caminhada, eu não acredito em sorte mas peço a vocês, não acreditem na sorte, simplesmente escolha sua sorte e seja o que Deus quiser, tamo aqui para o que der e vier. Até as estrelas viram pó eu sei, mas nesse meio tempo elas escolhem viver como um rei e não como um zé ninguém ! image